Notícias

SEGURANÇA NAS FÉRIAS: SAIBA COMO MANTER A CASA PROTEGIDA
Por: http://blog.intelbras.com.br 09 de Janeiro de 2019 em: Notícias

Estamos na época de férias e diversão e é justamente neste período que muitos assaltantes resolvem agir. Por isso, é preciso ter alguns cuidados para manter a casa protegida enquanto a família está fora. Listamos dicas importantes de segurança nas férias para você aproveitar sem preocupações. Veja como se prevenir e deixar sua residência segura para não ter sustos nem surpresas desagradáveis quando retornar.

Checklist para garantir a segurança nas férias

Antes de viajar, é preciso tomar certas providências para garantir a segurança nas férias. Algumas recomendações de especialistas em segurança e da Polícia Militar podem te ajudar a evitar roubos e invasões:

  • Tranque as portas, janelas e portões – por mais simples e óbvio que pareça, muitas vezes os moradores esquecem de conferir os acessos externos. Uma dica é não colocar cadeados do lado de fora do portão, pois essa é uma demonstração de que os moradores não estão em casa. E para reforçar a segurança, você também pode trancar as portas internas e dificultar a circulação em caso de invasão.
  • Peça para seu vizinho, porteiro ou síndico recolher a correspondência – é importante evitar dar sinais de que a casa está desocupada. Também é possível pedir a suspensão temporária da entrega.
  • Não deixe luzes acesas – ao contrário do que se imagina, deixar as luzes acesas não é uma boa ideia. Se alguém passar no local e notar que a iluminação está acesa por noites e dias, poderá notar a ausência de pessoas.
  • Desligue a campainha – sem o ruído da campainha, não se sabe se é defeito ou se a casa está realmente vazia.
  • Deixe uma chave com alguém de (absoluta) confiança – assim é possível verificar se está tudo em ordem com a casa de tempos em tempos. Nunca deixe as chaves embaixo do tapete da entrada ou em vasos próximos à porta.
  • Avise porteiros e seguranças da viagem – é importante que eles saibam da viagem e não permitam nenhuma visita (a não ser algum nome de confiança que você tenha passado a eles) ou prestação de serviço no período.
  • Não comente sobre sua viagem com estranhos – não corra o risco de que a notícia se espalhe e qualquer pessoa fique sabendo que a casa estará vazia.
  • Transfira valores para um cofre bancário – se tiver um cofre com dinheiro, jóias ou outros valores em casa é preferível que os transfira para um cofre de banco.
  • Faça teste com equipamentos de segurança – se sua casa contar com alarmes sonoros ou luminosos, faça testes periodicamente, avisando seus vizinhos de confiança sobre o equipamento. Desta forma eles ficarão atentos durante sua viagem.

 

Equipamentos e sistemas ajudam a reforçar a segurança

Além destas atitudes simples e bastante eficazes, você pode reforçar a segurança da casa instalando equipamentos como alarmes, luzes de emergência, câmeras de monitoramento, nobreaks, porteiros eletrônicos, cercas elétricas e fechaduras digitais.

Intelbras conta com uma série de itens de segurança que podem ser utilizados por quem mora em casa ou em apartamento. Confira o funcionamento e as vantagens de alguns deles:

  • Fechadura digital – este é um item que pode ser usado também por quem aluga sua casa nas férias. Prática, dispensa o uso de chaves, pois o acesso é feito por meio de senhas, cartões de aproximação ou biometria. Assim, é possível adicionar ou remover o acesso de uma pessoa sem precisar trocar a fechadura das portas. Existem modelos de sobrepor, que podem ser colocado junto a fechadura convencional, e também de embutir, todos com alarme anti-arrombamento, sensor de porta aberta e travamento automático.
  • Porteiro eletrônico – alguns modelos permitem que você fale pelo celular se algum visitante interfonar no portão. Ao viajar, encaminhe a chamada para um número pré-programado, assim você pode conversar com o ‘visitante’ de onde estiver.
  • Câmeras de monitoramento – com as câmeras de videomonitoramento é possível acompanhar a movimentação dentro e fora de casa por meio do smartphone. Basta instalar um aplicativo e ver em tempo real o que está acontecendo na residência. Algumas câmeras tem visão noturna e enviam notificações em caso de movimentação nos ambientes, além de contar com o áudio bidirecional, para falar com o lugar monitorado. Se instalar gravadores de segurança junto às câmeras, você terá as imagens disponíveis para rever e averiguar os detalhes de alguma situação anormal.
  • Nobreak – Um nobreak ou UPS (Fonte de Energia Ininterrupta, na sigla em inglês) é fundamental para manter todos os outros itens de segurança em funcionamento caso a energia da residência seja cortada de forma proposital ou por tempestades, que são bastante comuns no verão. O nobreak faz a alimentação dos dispositivos, em caso de queda de luz, através das baterias internas. Além disso, ele funciona como um regulador de tensão, entregando uma energia limpa para os eletrônicos conectados a ele. Sem o nobreak, alarmes, câmeras entre outros equipamentos ficam vulneráveis e indisponíveis e, dessa forma, não garantirão a segurança do sistema instalado se a energia for desligada.
  • Alarmes – este sistema é composto por um conjunto de equipamentos que controlam movimentações em horários não permitidos ou emitem sinais de emergência com o objetivo de avisar uma atitude e/ou ação suspeita. É importante lembrar que o sistema de alarme não cria uma barreira, apenas indica uma situação adversa para quem está monitorando o ambiente poder agir de forma adequada de acordo com a situação.